Publicações

Qual o papel dos territórios urbanos nas mudanças climáticas?

Qual o papel dos territórios urbanos nas mudanças climáticas?

Na publicação “Os territórios urbanos e as mudanças climáticas – a relevância da atuação local”, a HUMANA aborda processos de governança climática territorial e seu papel estratégico no enfrentamento das emergências climáticas

Quando se fala em como enfrentar os efeitos das mudanças climáticas, normalmente a abordagem gira em torno de acordos globais e tratados e conferências internacionais. Não raro o olhar exclui a governança territorial, onde a atuação local, quando bem estruturada, pode fazer toda a diferença, especialmente nos espaços urbanos. 

É com o intuito de contribuir com a reflexão e o debate sobre possíveis saídas para o impacto da crise climática nos territórios urbanos, que a HUMANA apresenta a publicação “Os territórios urbanos e as mudanças climáticas – a relevância da atuação local“, disponível para download livre em nosso site.

Publicação "Os territórios urbanos e as mudanças climáticas"

A partir do entendimento de que as cidades podem ter papel decisivo no enfrentamento das causas e consequências de alterações cada vez mais intensas de temperatura e condições atmosféricas, o estudo propõe uma abordagem integral e completa, pensando na construção de processos de governança e planos de enfrentamento, mitigação e adaptação diante das ações climática em territórios urbanos.

Em um contexto em que a perspectiva é cada vez mais de extremos, com efeitos muitos concretos, como secas prolongadas ou temporais intensos e frequentes, o documento pode ajudar a pensar e repensar como as cidades estão estruturadas. Nesta publicação, nós da HUMANA, que atuamos na elaboração de estudos de território e apoiamos a construção de processos de governança climática territorial, apresentamos ideias e caminhos possíveis para a construção participativa de planos territoriais com foco nas mudanças climáticas, que façam sentido para as localidades e para o desafio de se planejar para as emergências impostas pelas alterações do clima.

Territórios urbanos

Os impactos das mudanças climáticas atingem com cada vez mais intensidade as áreas urbanas. A variação de temperatura – com calor acentuado e ondas de frio inéditas – é intercalada por falta d’água e tempo seco durante parte do ano, e enchentes devastadoras em outros períodos. 

Vemos aumentar os chamados refugiados ambientais, que precisam migrar para sobreviver – na maioria das vezes para locais igualmente abandonados de planos e soluções realistas para enfrentar as emergências climáticas.

É importante pensar as mudanças climáticas em territóros urbanos a partir da atuação local não só em função das consequências, mas também a partir de suas causas

É importante, no entanto, pensar as mudanças climáticas a partir da atuação local não só em função das consequências, mas também a partir de suas causas. Afinal, as alterações estão ligadas à maneira como se vive nas cidades e como os centros urbanos estão estruturados.

Hoje, mais da metade da população mundial vive em cidades. Em 2050, segundo a ONU, a perspectiva é de que esse número chegue a 66%. Não é uma coincidência que 49% das emissões de gases de efeito estufa no setor de Energia vêm dos transportes terrestres. Isso significa que se considerarmos apenas o recorte da mobilidade, as cidades e aglomerações urbanas já ocupam uma posição crítica e estratégica no combate à crise climática.

Para além da mobilidade, no entanto, se a intenção é uma abordagem integrada no enfrentamento das alterações climáticas, devemos ainda olhar para questões como a economia local, a educação, a saúde, a segurança alimentar, a violência, entre outras.

Assim, os planos de emergência territoriais devem ser construídos de forma participativa e refletir as demandas sociais daquele contexto específico – e sempre com uma abordagem integrada, que dialogue com os planos municipais e regionais. 

O que podemos fazer?

Temos que entender que as soluções são do “local para o global” e que precisamos avançar nas estratégias integradas dos territórios, sempre com bases científicas, e dialogando com os acordos internacionais. O que vemos, hoje, é que ainda há um desequilíbrio entre as ações globais (que evoluíram significativamente nas últimas três décadas) e as ações locais (que demandam cada vez mais participação).

Veja a publicação “Os territórios urbanos e as mudanças climáticas – a relevância da atuação local”

miolo_HUMANA

Enquanto a maior parte dos esforços referentes às alterações climáticas são direcionados ao agronegócio e ao desmatamento, as emissões urbanas e o desenvolvimento dos territórios acabam negligenciados pelo poder público, pelas instituições, pelas empresas e pela sociedade. 

Entender responsabilidades, conversar e discutir, pensar a partir de processos participativos, de diagnósticos reais e sérios, de planos concretos, é um começo importante para uma discussão que se mostra urgente. E essa publicação tem como objetivo colaborar justamente com esse debate. O que é preciso, afinal, para que os territórios passem a ter um papel estratégico no enfrentamento da crise climática?

Novas publicações sobre Desenvolvimento Territorial!

Novas publicações sobre Desenvolvimento Territorial!

Desde 2016, a Iniciativa Territórios vem atuando com diversas localidades, comunidades e empresas do país, com foco em promover um desenvolvimento territorial inclusivo, justo e sustentável.

A Ecam e a HUMANA, publicam hoje um conjunto de estudos que têm o intuito de aprimorar o modelo integrado de desenvolvimento territorial que é fruto das experiências práticas da Iniciativa Territórios na região amazônica. Esse modelo – que é centrado em comunidades e seus relacionamentos com empresas -, é composto por um arranjo de governança territorial em que é priorizado o fortalecimento das capacidades locais, a construção de planejamentos estratégicos participativos e o desenho de mecanismos financeiros comunitários para o repasse de recursos privados.

Conheça as três novas publicações:

Manual de construção e implementação de programas de transferência de renda comunitários.
Baixar PDF

P2-Manual_vFinal_tela (2)
=

infografico_manual_vFinal_Print

Construindo um plano de mitigação de riscos para casos de repasse de recursos privados a comunidades e territórios.
Baixar PDF

P3-Mitigacao_vFinal_Tela

Programa Territórios Sustentáveis: a construção de um programa de gestão territorial integrado na Amazônia.
Baixar PDF

P4-PTS_vFinal_tela

Os estudos buscam contribuir para um debate atual e de alta complexidade na sociedade brasileira e são uma sequência do conjunto de estudos publicados em 2019 “Mecanismos Financeiros e Desenvolvimento Territorial”.


As publicações foram lançadas pela Ecam por meio do Programa Territórios Sustentáveis (PTS) com apoio da Mineração Rio do Norte (MRN), e parceria da agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O trabalho foi produzido a partir de experiências promovidas dentro do PTS, via consultoria da HUMANA.

Investindo no desenvolvimento – Modelos e instrumentos para aporte de recursos privados em comunidades e territórios

Investindo no desenvolvimento – Modelos e instrumentos para aporte de recursos privados em comunidades e territórios

O estudo “Investindo no desenvolvimento – Modelos e instrumentos para aporte de recursos privados em comunidades e territórios”, realizado pela PPA – Plataforma Parceiros Pela Amazônia e executado pela Humana foi lançado em Belém, no dia 07 de novembro. Nele, são apresentadas tendências sobre mecanismos financeiros com foco no desenvolvimento territorial e algumas iniciativas brasileiras que direcionam para caminhos práticos sobre o tema.

O material já está disponível para download. Acesse!

A Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) é uma plataforma de ação coletiva, liderada pelo setor privado, que busca a construção de soluções inovadoras para o desenvolvimento sustentável, conservação da biodiversidade, florestas e dos recursos naturais da Amazônia. Conheça a PPA! Visite o site: https://ppa.org.br/

A PPA atua, desde 2017 sob a Coordenação Executiva do Idesam, USAID, CIAT , Ecam e Instituto Peabiru.

PPA_mecanismos_vFinal_tela
Guia para a construção e implementação comunitária de Programas de Transferência de Renda

Guia para a construção e implementação comunitária de Programas de Transferência de Renda

O conjunto de estudos Mecanismos Financeiros e Desenvolvimento Territorial: modelos de gestão e programas de transferência de renda para uma nova relação entre empresas e comunidades é uma publicação técnica, que busca contribuir para um debate de alta complexidade que ocupa diversos setores da sociedade brasileira. A publicação foi lançada pela Ecam por meio do Programa Territórios Sustentáveis (PTS) com apoio da Mineração Rio do Norte (MRN), e parceria da agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O trabalho foi produzido a partir de experiências promovidas dentro do PTS, via consultoria da HUMANA.

Para acompanhar o Programa Territórios Sustentáveis e saber mais sobre essa e outras iniciativas, acesse www.ecam.org.br

4Guia-para-a-construção-e-implementação-comunitária-de-programas-de-Transferência-de-Renda
Impactos socioambientais do aumento de renda: estudo de tendências

Impactos socioambientais do aumento de renda: estudo de tendências

O conjunto de estudos Mecanismos Financeiros e Desenvolvimento Territorial: modelos de gestão e programas de transferência de renda para uma nova relação entre empresas e comunidades é uma publicação técnica, que busca contribuir para um debate de alta complexidade que ocupa diversos setores da sociedade brasileira. A publicação foi lançada pela Ecam por meio do Programa Territórios Sustentáveis (PTS) com apoio da Mineração Rio do Norte (MRN), e parceria da agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O trabalho foi produzido a partir de experiências promovidas dentro do PTS, via consultoria da HUMANA.

Para acompanhar o Programa Territórios Sustentáveis e saber mais sobre essa e outras iniciativas, acesse www.ecam.org.br

3Impactos-socioambientais-do-aumento-de-renda-estudo-de-tendências
Programas de transferência de renda: do desenho à implementação

Programas de transferência de renda: do desenho à implementação

O conjunto de estudos Mecanismos Financeiros e Desenvolvimento Territorial: modelos de gestão e programas de transferência de renda para uma nova relação entre empresas e comunidades é uma publicação técnica, que busca contribuir para um debate de alta complexidade que ocupa diversos setores da sociedade brasileira. A publicação foi lançada pela Ecam por meio do Programa Territórios Sustentáveis (PTS) com apoio da Mineração Rio do Norte (MRN), e parceria da agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O trabalho foi produzido a partir de experiências promovidas dentro do PTS, via consultoria da HUMANA.

Para acompanhar o Programa Territórios Sustentáveis e saber mais sobre essa e outras iniciativas, acesse www.ecam.org.br

2Programas-de-transferência-de-renda-do-desenho-à-implementação

 

O Fundo Quilombola: um novo modelo de gestão territorial

O Fundo Quilombola: um novo modelo de gestão territorial

O conjunto de estudos Mecanismos Financeiros e Desenvolvimento Territorial: modelos de gestão e programas de transferência de renda para uma nova relação entre empresas e comunidades é uma publicação técnica, que busca contribuir para um debate de alta complexidade que ocupa diversos setores da sociedade brasileira. A publicação foi lançada pela Ecam por meio do Programa Territórios Sustentáveis (PTS) com apoio da Mineração Rio do Norte (MRN), e parceria da agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O trabalho foi produzido a partir de experiências promovidas dentro do PTS, via consultoria da HUMANA.

Para acompanhar o Programa Territórios Sustentáveis e saber mais sobre essa e outras iniciativas, acesse www.ecam.org.br

1O-Fundo-Quilombola-um-novo-modelo-de-gestão-territorial

 

Mecanismos Financeiros Comunitários e Desenvolvimento Territorial

Mecanismos Financeiros Comunitários e Desenvolvimento Territorial

O conjunto de estudos Mecanismos Financeiros e Desenvolvimento Territorial: modelos de gestão e programas de transferência de renda para uma nova relação entre empresas e comunidades é uma publicação técnica, que busca contribuir para um debate de alta complexidade que ocupa diversos setores da sociedade brasileira. A publicação foi lançada pela Ecam por meio do Programa Territórios Sustentáveis (PTS) com apoio da Mineração Rio do Norte (MRN), e parceria da agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID). O trabalho foi produzido a partir de experiências promovidas dentro do PTS, via consultoria da HUMANA.

Para acompanhar o Programa Territórios Sustentáveis e saber mais sobre essa e outras iniciativas, acesse www.ecam.org.br

Mecanismos-Financeiros-e-Desenvolvimento-Territorial